A lesão do boxeador

 

Está é uma fratura que costumamos ver com grande frequência nos pronto-socorros.  Caracteriza-se, mais precisamente, pelo comprometimento do quinto metacarpo, osso da mão que se estende a partir do punho até o dedo, mais especificamente na junta do início do dedo mínimo.

 

Classicamente conhecida como fratura do boxeador (fratura do colo do quinto metacarpo ou fratura do boxer), esse tipo de lesão normalmente é causada por um soco ou um trauma com a mão fechada contra uma superfície dura, como uma parede, por exemplo. Seu diagnóstico é fácil: o local afetado fica inchado, dolorido e com uma pequena deformidade aparente. A radiografia confirma a suspeita clínica.

 

O tratamento destas fraturas, é específico. Até determinados graus de deformidade se é possível o tratamento com imobilização por algumas semanas, caso contrário, pode haver a necessidade de tratamento cirúrgico.

 

A falta ou a falha do tratamento de uma fratura do boxeador pode resultar em graves sequelas, com dificuldades de movimentação dos dedos da mão, uma fratura não “colada” ou até mesmo consolidada de maneira errada, podendo causar desenvolvimento de uma artrose grave com a idade e com o tempo.

 

As mãos são necessárias para todas as tarefas de nossa vida cotidiana, por isso, qualquer alteração é fundamental um tratamento rápido e adequado para evitar qualquer tipo de limitação ou sequela futura. Procure sempre um médico especialista da mão!

 

Dr. Leandro Viecili

 

 

 

 

Please reload

Artigos recentes
Please reload

Dr. Leandro Viecili